Resenha: Um encontro de sombras - V.E. Schwab

sexta-feira, 13 de abril de 2018




"A pessoa escolhe seu caminho. Ou cria um novo."



Título: Um Encontro de Sombras
Série: Tons de Magia #2
Autor: V.E.Schwab
Páginas: 560
Editora: Record
Lançamento: 2017
Skoob
Compre: 
Classificação: 5/5




Essa resenha pode conter Spoiller do primeiro livro da série.



Estamos de volta às Londres...


Quatro meses se passaram, após a Noite Negra...






Depois de se ver livre de Holland, com os gêmeos Dane  derrotados, a Londres preta isolada, Rhy e Lila em segurança, nosso mestre Kell, deveria se sentir em paz...

Mas ele está inquieto e assolado pela culpa.

Se já não bastasse, não tem mais a confiança do Rei e por isso, precisa andar com guardas atrás dele o tempo todo, ou seja, também perdeu sua liberdade.

Além de tudo isso, tem muitos pesadelos, sobre o passado e acontecimentos mágicos e e pensa em Lila todos os dias.


"Por um instante kell perdeu o fôlego, mas Rhy estava certo: ele estava determinado a ver Lila Bard em todas as formas vestidas de preto, em cada sombra com um sorriso presunçoso."



Lila, seguiu sua vida, como sempre sonhou: embarcou em um navio e foi viver sua vida de pirata!


Em alto mar, está conhecendo muito sobre si e sobre a magia, mas uma parte de seu coração ainda está em terra firme, mesmo que ela não queira assumir.


"Mas quem era Delilah Bard antes de embarcar no meu navio? Lila manteve os olhos na água. - Outra pessoa - respondeu ela. E será ainda outra pessoa quando partir."



Rhy, cheio de carisma e beleza, agora mais unido do que nunca a Kell, está envolvido nos preparativos dos "Jogos Elementais", um grande torneio internacional de magia, que está agitando a Londres Vermelha e com isso trazendo para a cidade, navios piratas, amigos, inimigos e amores do passado.




V. E. Schwab, mais uma vez, foi incrível e surpreendente! essa mulher não tem  limites!!!


Foi maravilhoso poder rever personagens queridos e estar mais próxima deles. Rhy se revelou um personagem maravilhoso e surpreendente.

Nesse segundo livro da série, podemos conhecer, através de uma narrativa mais profunda, segredos e revelações do passado e futuro de Maresh.

Gostei demais do caminho que a autora seguiu com a história e as surpresas que preparou para os leitores, me encantei mais um vez com sua criatividade e escrita maravilhosa.



Não vejo a hora de ter o terceiro livro da série em mãos!

Sou fã mesmo!!!

Alguns dos meus quotes favoritos:

"Do que você está fugindo?, perguntara ele. De nada. De tudo. De nós. Disso aqui. Da magia."

"Afinal você pode matar pessoas, mas não pode matar a magia."

"As pessoas só podiam e machucar se você se importasse o suficiente para deixar que elas fizessem."

"Agora a magia vai voltar. Agora o mundo vai acordar. Agora vai ficar melhor, agora vamos ficar mais fortes."

"Algumas pessoas acreditam que a necessidade é a chave para florescer."

"Delilah Bard nunca tinha estado numa luta que não fosse real."

"Pode me chamar de louca, mas acho que vivemos melhor quando os riscos são altos."

"Porque ter muito pouco de algo, é tão perigoso quanto ter demais."

Resenha: Um tom mais escuro de magia - V. E. Schwab


"Olhar no olho preto de Kell, havia sido como olhar um mundo novo através de uma janela. estranho e confuso, mas não assustador."

Título: Um tom mais escuro de magia
Série: Tons de Magia #1
Autor: V.E.Schwab
Páginas: 420
Editora: Record
Lançamento: 2016
Skoob
Compre: 
Classificação: 5/5 + Favorito






Quem me conhece e acompanha, sabe que eu sou a "menina dos romances", mas essa fantasia me pegou de jeito e se tornou um dos meus livros favoritos da vida!



Vitória Schwab, construiu um mundo totalmente criativo e surpreendente, repleto de magia e dimensões, com personagens fortes e incríveis que ganharam meu coração.


Kell, é um dos últimos "Antaris", uma mago poderoso, com um poder raro de viajar entre "cidades" paralelas, através da magia.

Através dele, conhecemos quatro "dimensões" de Londres: a Cinza, a  Vermelha, a Branca e a Preta.


"Cinza para a cidade sem magia. Vermelho para o império vigoroso. Branco para o mundo faminto."

A Londres Cinza, é a comum, sem magia e governada pelo Rei George III, o louco.


A Londres Vermelha, é onde nasce e fervilha a magia. Onde Kell foi criado em meio na prosperidade, pelo Rei e a Rainha, ao lado do príncipe Rhy Maresh.


A Londres Branca, é a cidade dominada pela magia, onde ela reage e precisa ser controlada.


E no passado,existiu a Londres Preta, mas ninguém sabe mais nada sobre ela...

Kell, como viajante oficial do Império de Maresh, tem o dever de levar as correspondências entre as realezas de cada Londres, mas ele aproveitava essa oportunidade para "extraoficialmente", fazer circular contrabandos entre as Londres, ele leva e traz objetos, e isso é totalmente proibido.



 
"E um Antari podia falar com o sangue. Com a vida. Com a própria magia. O primeiro e o último elemento, aquele que vivia em tudo e não estava em lugar nenhum."

A verdade é que ele não precisa disso, mas é como se fosse uma distração, um hobby, uma "emoção para sua vida pacata.

Mas esse hobby, se provou extremamente perigoso e Kell pagará por consequências sérias e perigosas.

E em uma dessas viagens, Kell recebe um objeto, e tarde demais, percebe que é algo muito perigoso. 


Na tentativa de se livrar do objeto e fugir de perseguidores, Kell conhece Delilah Bard, mais conhecida como Lila, uma ladra procurada na Londres Cinza, e quando ele acha que seus problemas já são muitos, se engana, pois eles estavam apenas começando.




Kell e Lila acabam se tornando parceiros e embarcam em uma grande aventura pelas Londres.
QUE LIVRO, MEUS AMIGOS!!!


A narrativa é super envolvente, os personagens maravilhosos (guardei Kell e Lila no coração), os diálogos super inteligentes e o mundo que Schwab criou é incrível.


Fiquei totalmente ENCANTADA e APAIXONADA!

Indico para todos os amantes de Fantasia ou não! Tenho certeza que esse livro vai conquistar vocês, assim como me conquistou!


"Um tom mais escuro de magia é o primeiro livro da série "Tons de Magia". E já temos o segundo livro lançado no Brasil, pela Editora Record. 

Já li e amei! Em breve, trarei a resenha para vocês! E estou torcendo para que seja lançado o terceiro livro logo!!!


Alguns quotes favoritos:


"O mundo cinza sabia tão pouco da magia, havia algo no olhar dessa garota, um desafio, que o fez imaginar se ela provaria que ele estava errado. Se ela seria capaz de provar."


"Você acredita que a magia é uma igual. Uma companhia. Uma amiga. Mas não é. A pedra é a prova. Ou você é mestre da magia ou seu escravo."


"[...] retrucou Lila com animação. — Existe a Londres Sem Graça, a Londres de Kell, a Londres Assustadora e a Londres Morta — recitou ela, enumerando-as nos dedos. — Viu? Eu aprendo rápido."


"Se o vermelho era a cor da magia em equilíbrio, da harmonia entre o poder e a humanidade, o preto era a cor da magia desequilibrada, desordenada e sem limites."
“ – O que você é? – perguntou ele, maravilhado.Lila apenas deu de ombros.– Teimosa.”


“ – Me diga uma coisa, você subestima todo mundo ou só a mim? É porque sou uma garota?– É porque você é humana – explodiu ele. – Porque você pode ser a alma mais valente e destemida que eu já conheci, mas ainda é muito mais feita de carne e osso do que de poder. Astrid Dane é feita de magia e maldade”.

Resenha: Um de nós está mentindo - Karen M. McManus

quarta-feira, 11 de abril de 2018



"Isso pode ser verdade. Mas não parece verdade."



Título: Um de nós está mentindo
Autor: Karen M. McManus
Páginas: 381
Editora: Galera Record
Lançamento: 2018
Skoob
Compre: Amazon
Classificação: 5/5





Alguém morreu.

Cinco jovens estavam presentes.
Todos são suspeitos.

Addy, a popular, bela e perfeita.
Cooper, o atleta, o melhor do time de beisebol, um astro.
Bronwyn, a certinha, tem um futuro brilhante pela frente.
Nate, o ficha suja, já teve passagem pela polícia e está em liberdade condicional por tráfico de drogas.
Simon, o excluído, criador de um app de fofocas que assombra toda a escola.


Seu desafio: Ligar os pontos.


Os cinco estudantes, são reunidos na detenção por portarem celulares na sala de aula.
Poderia ser apenas uma inocente detenção, mas... Simon sai sem vida.
E para a surpresa de todos ( ou não), sua morte não foi acidental.

E mais, os investigadores descobrem, que Simon pretendia postar fofocas quentíssimas sobre os companheiros de detenção.

"Ninguém gostava de Simon, mas estão todos com velas na mão, como se ele fosse uma espécie de mártir em vez de um babaca fofoqueiro."

Os quatro estudantes presentes, se tornam suspeitos do assassinato de Simon... Ou serão eles, apenas vítimas???

Tudo isso, transforma o Colégio Bayview, numa grande investigação.
E mesmo após a morte, Simon, assombra a cada um, com revelações pessoais, humilhantes e dolorosas.

Se já não bastasse o app de fofocas, surge também um "tumblr" com mensagens suspeitas...




"Agora eis o dever de casa: liguem os pontos. Será que está todo mundo mancomunado ou alguém está no controle? Quem é o manipulador e quem são as marionetes? "

Em meio a um crime, segredos revelados e dramas adolescentes, nos envolvemos numa leitura incrível. É difícil largar o livro!

A escrita da Karen é fluida e o suspense nos deixa totalmente ligados na trama.
Cada capítulo é narrado, em primeira pessoa, por um dos suspeitos, e confesso que é difícil não se apegar a eles.
Jovens, carismáticos, bonitos, inteligentes e cheios de energia! Mas no meio deles tem um assassino!




"A não ser que um de nós esteja mentindo. O que é sempre uma possibilidade." 

Eu me surpreendi com a história e adorei todo o desenvolvimento.
Indico, para quem curte um drama adolescente com um suspense profundo.
Fãs de Pretty Little Liars irão se deliciar!






Resenha: A mulher na Janela - A. J. Finn

segunda-feira, 9 de abril de 2018

"É como se o lado de fora estivesse tentando entrar."


Título: A Mulher na Janela
Autor: A. J. Finn
Páginas: 350
Editora: Arqueiro
Lançamento: 2018
Skoob
Compre: Amazon
Classificação: 4,5/5




"A mulher na Janela" é o primeiro romance do crítico literário, A. J. Finn.
Ele nos apresenta, em um thriller surpreendente, a protagonista Anna Fox.

Ela, é uma psicóloga que mora sozinha em um enorme casa e sofre de "agorafobia".


"Agorafobia: a palavra vem do grego e significa "medo da ágora", ou seja, medo de transitar em lugares públicos e grandes espaços abertos. Hoje ela é usada para designar uma série de transtornos oriundos da ansiedade."

Ou seja, ela não sai de casa há meses, em hipótese alguma.




Se já não bastasse todas essas complicações, seu passatempo favorito é  beber (mesmo seu psiquiatra aconselhando não misturar álcool com os medicamentos), assistir filmes antigos, jogar xadrez online e participar de um grupo virtual de pessoas que sofrem da mesma síndrome que ela.
Ah, e ela também adora vigiar os vizinhos...


"Bisbilhotar é como fotografar a natureza: a gente não interfere no que está vendo."

Quando a família Russel se muda para a do outro lado da rua, Anna encontra uma nova obsessão.
A família denominada "perfeita":  pai, mãe e um filho adolescente. Tudo o que Anna mais sente falta...




Mas um dia, numa dessas espionagens, Anna presencia um assassinato...
Chocada com a situação, sem poder sair de casa e buscar ajuda, ela entra em desespero e seu mundo protegido pela paredes, cortinas e segredos, começa a desmoronar...

Mas, será que tudo aquilo realmente aconteceu ou é só imaginação?





"Não é paranoia se está realmente acontecendo." 


Anna Fox, é uma mulher determinada e inteligente, mas que após um trauma, perdeu todo brilho e força que possuía, entrando numa espiral de sofrimento e negação.
Apesar de o livro ser um suspense, confesso que em muitos momentos, me emocionei por ela (sim, sou uma manteiga derretida rs...).

Mesmo não tendo o costume de ler tantos suspenses, me envolvi totalmente com essa leitura. É impossível largar o livro! A escrita de A.J. Finn é fluida, e apesar de em alguns momentos da trama eu ter me lembrado de outros thrillers, me surpreendi totalmente com o final.
É de ficar de queixo caído!




Meus quotes favoritos:


"Às vezes fico pensando em muitas coisas diferentes ao mesmo tempo. É como se tivesse um cruzamento no meu cérebro e todo mundo estivesse tentando atravessar ao mesmo tempo. "


"Você pode ouvir as confidências de uma pessoa, os medos dela, as carências, mas não se esqueça de uma coisa: tudo isso existe em meio aos medos e segredos de outras pessoas, as que dividem o mesmo teto com ela."


"Às vezes tenho a impressão de que estou afundando no meu próprio cérebro."


"Eu sei o que vi. Não interessa o que a polícia disse. Ou Bina. Ou até mesmo Ed."


Livro cedido pela Editora Arqueiro.